Blog

26 MAR 2020

Adaptar é Superar

O mundo está em constante movimento, não há dúvidas! Essa movimentação é que nos faz viver momentos bons e situações mais complexas, em que, por vezes, não conseguimos reconhecer o nosso potencial para ir mais além.

Todos nós, em certo ponto da nossa existência e relação profissional, deparamo-nos com essas situações. E, neste artigo, quero mostrar-vos a importância de reconhecer a evolução profissional e pessoal num contexto adverso.

 

O desafio do teletrabalho

O teletrabalho já não é novidade para muitos trabalhadores que, por todo o mundo, veem no trabalho remoto, uma forma de maximizar o seu tempo disponível no dia a dia. Para mim, está a ser uma novidade e confesso: um grande desafio! A interação física e as relações interpessoais são pontos chaves no meu dia-a-dia e, foi através desse contacto, que desenvolvi a minha carreira profissional. Sou inspirado pelas vendas no setor face-to-face e por todo o processo envolvente. É complexo para qualquer profissional da área descrever um dia típico de trabalho, já que nenhum é igual! O único fator comum é o contacto físico com clientes.

Posto isto, sentir-se frustrado e desmotivado em algum momento da vida é completamente normal. Uma vida sem frustração ou tristeza é uma existência utópica.

O que diferencia as pessoas é a forma com que cada uma delas lida com suas dores. Há uma frase bastante citada que fala “a dor é inevitável, o sofrimento é opcional”. Eu acredito verdadeiramente nesta citação pois sei que são as dores que podem tornar-se verdadeiras molas impulsionadoras no processo evolutivo.

Se analisarmos a nossa trajetória, percebemos de forma clara que a nossa vida, as nossas rotinas não são mais as mesmas do ano passado e até mesmo da semana passada. A partir do momento que tomamos a decisão de evoluir, a primeira transformação é o despertar da nossa capacidade de identificar e aproveitar tanto as oportunidades, quanto os desafios.

Crescimento depende de nós próprios

No dia 16 de Março iniciei um novo desafio, trabalhar em regime de teletrabalho. Alterei rotinas, modos operativos e o mais importante: descobri novas plataformas, novos métodos de venda e estou certo de que hoje, sou um profissional mais completo. Eu evoluí e fortaleci os meus processos de venda e essa foi uma escolha minha.

Na minha relação profissional enquanto Supervisor Comercial de Retail, ainda é comum encontrar pessoas que acreditam que a sua evolução pessoal depende de outros. Acreditar que para evoluir é preciso que as pessoas à volta façam alguma coisa, ou que a empresa tome certas providências, não está correto! A verdade é que nossa evolução e crescimento dependem unicamente de nós.

A partir do momento em que conseguimos discernir todas essas questões, somos capazes de potencializar a nossa autoestima, identificar o nosso propósito e criar objetivos profissionais. Com isso é possível adaptar e desenvolver novas capacidades e competências.

Espero que este conteúdo contribua de maneira verdadeiramente poderosa para a sua evolução – seja no âmbito pessoal, seja no âmbito profissional.

 

Ficha Biográfica

Nome: Pedro Miguel Martel Batista da Silva

 

Idade: 28

 

Função: Supervisor de Canal Retail

 

Do que mais gosta no trabalho: Trabalhar em equipa

 

Prato preferido: Bacalhau à Brás

 

Bebida preferida: Clássico Coca-cola c/ gelo e limão

 

Melhor filme: The New Guy

 

Melhor livro: As aventuras de João sem medo

 

Cores favoritas: Verde e Branco

 

Melhor experiência de vida: O pedido de casamento à minha namorada

 

Qual o maior sonho: Construir uma família

 

Do que mais gosta na vida: Relações com Amigos

 

Do que menos gosta na vida: Egoísmo

 

Ventask significa: Família exigente

 

 


Deixe-nos o seu comentário:

Contactos

Avenida Dom João II, 1.06.2.1,Escritório 303, 1990-095 Lisboa

9:00 - 18:30